Comunicado da sacanagem

Eita que o final do ano já está aí! O último mês passou voando entre trabalho, crises e baladheeenhas e quando eu vi já estava vendo tutoriais de maquiagem de Halloween, decoração de Natal e simplesmente tinha parado de escrever aqui…  Aliás, já escolhi a maquiagem e a fantasia mas não tenho festa de Dia […]

Leia mais

Atchim e Espirro. Os dois ao mesmo tempo.

Vinte dias sem escrever. 20 diaaaas!!! Esse blog nunca ficou tão abandonado. Pode isso, produção? Culpa do trabalho? Um pouco. Culpa de todo drama e chororô relatados no último post? Também. Causou falta de textos e excesso de quilos, porque faltou vontade de escrever, mas não faltou vontade de comer… muito pelo contrário! Culpa de […]

Leia mais

Prazer, pode me chamar de Tieta.

Atenção, atenção! Eis o começo de uma nova era! Aqui vai o primeiro texto colaborativo do Pode isso, produção? Porque quando o assunto é bom, todo mundo quer participar! E a gente goixxxta, miagente! Então desde já o meu muito obrigada a Rebeca, minha amiga da pá virada que lançou o assunto na roda, e […]

Leia mais

Eu queria ser o banquinho da bicicleta.

E a história de hoje me lembra essa música clássica dos Raimundos… Estamos no início dos anos 2000, quando eu tinha lá meus vinte anos e tudo o que me interessava era a faculdade, os gatinhos da faculdade, a academia, e os gatinhos da academia. Para, eu não era fútil assim, foi só pra valorizar […]

Leia mais

Auto-boicote. Quem nunca?

Sabe quem mais empata a foda? Pelo menos tenta? A gente mesmo. Sim, estou falando de nós, mulheres. E é quase sempre à toa. Donas de todos os tipos de joguinhos, regras bobas provindas de um quê de machismo que ainda existe dentro de nós mesmos, a gente vive tentando boicotar a nossa própria foda. […]

Leia mais

É proibido? É perigoso? “Vou estar querendo.”

Eu tento não falar tanto de sexo o tempo inteiro aqui, mas parece que o mundo conspira para isso… então me desculpem, mas eu vou ter que ser um pouco repetitiva e voltar no assunto. Essa semana estive em Manaus para fazer umas reuniões e visitas técnicas. Até aí nada demais, vida de produtor. Até […]

Leia mais

Salve, Jorge!

Ok, chegou a hora de falar da minha amiga Magnólia novamente, porque tem coisas que, acreditem, só acontece mesmo com ela. Magnólia para quem é novo por aqui, é uma pessoa que teve recentemente problemas com o Tinder, colocou a culpa no viking e mereceu um texto-homenagem como prêmio de consolo.   Nessa gana de […]

Leia mais

Foca na ostra.

Vamos falar de frutos do mar? De gastronomia? De comidas saudáveis??? Não. Claro que não! Não, NESSE blog. O assunto aqui é chupada. Oi??? Como assim? Calma que eu chego lá… na ostra… E já vou confessar que é a primeira vez que tenho vergonha em escrever algo nesse blog… vai bater um arrependimento em […]

Leia mais

Quem não tem cão, caça com Rabbit.

Célebre frase de uma amiga minha, que foi enviada pelo whats app numa noite em que ela estava só, apenas com uma taça de vinho da mão e querendo se divertir, mesmo que fosse sozinha. E além da taça, ela tinha um vibrador “rabbit” na mão e uma expectativa de uma noite incrível na cabeça. […]

Leia mais

Tudo culpa do viking

Pedindo licença aqui para contar uma história imprópria, boa, verídica, porém… que não é minha. É de uma amiga que eu vou de chamar de MÁGNÓLIA. Existe uma coisa que eu não vivi: relações em tempos de Tinder. Eu casei cedo. Veja bem: cedo, mas aproveitei o suficiente… Mas cedo também o suficiente para dizer […]

Leia mais