Meu nome é Ana Ferrari e aqui não tem só produção

Não , definitivamente aqui não tem só produção. Ser produtora foi apenas uma paixão transformada em trabalho. Ou um trabalho que virou paixão – não sei bem a ordem. Claro que teve vezes que eu achei que não saberia fazer outra coisa na vida, mas eu sempre tive certeza que eu sou muito mais do […]

Leia mais

Meu nome é Nicole e aqui não tem só produção.

O ano passado eu me embrenhei pelo mundo das mulheres comuns, que de comuns não têm é nada. Elas são sim, extraordinárias. São mulheres guerreiras, que dão duro na vida de produção e que conseguem no dia-a-dia, sem fazer alarde, sutilmente levantar a bandeira do “eu me gosto, eu me mostro, e eu não estou […]

Leia mais

Meu nome é Ana Paula e aqui não tem só produção.

“Ela é dona do jogo Ela é dona da banca Sabe que está podendo E por isso brinca, brinca, brinca Na praia tira onda No samba manda ver Ela faz e acontece Ela faz acontecer”… Quando eu ouço essa música não dá pra pensar em outra pessoa. A bicha não é uma mulher, é um […]

Leia mais

Meu nome é Eleonora e aqui não tem só produção.

Esse lance de escrever sobre quem a gente admira, simplesmente porque essas pessoas de alguma forma te inspiram, mesmo que você não as conheça bem, é algo tão, tão, mas tão maravilhoso, que a vontade é de não parar nunca. Se antes eu achava que escreveria sobre cinco mulheres incríveis, hoje eu já penso em […]

Leia mais

Meu nome é Dani e aqui não tem só produção.

Já faz tempo que falam por aí do “homão da porra” e eu mesmo já fiz um post sobre isso. Todo mundo sabe quem é…. E “mulherão da porra”? Porque não tem uma? Porque não tem como eleger apenas uma. São várias, milhares, e estão por aí a cada esquina e eu tenho a honra de […]

Leia mais

A primeira massagem tântrica a gente nunca esquece.

Prepare-se para um textão daqueles, cheio de superlativos, exclamações, palavrões, interjeições e tudo mais. Porque o lance foi muito, muito, muito intensoooo! Vou falar aqui da minha primeira massagem tântrica da vida. Sim, porque isso merece um texto, miagente! Vamos começar pelo começo… Quando eu escrevi aquele texto chamado Happy End, falando sobre a massagem […]

Leia mais

Comunicado da sacanagem

Eita que o final do ano já está aí! O último mês passou voando entre trabalho, crises e baladheeenhas e quando eu vi já estava vendo tutoriais de maquiagem de Halloween, decoração de Natal e simplesmente tinha parado de escrever aqui…  Aliás, já escolhi a maquiagem e a fantasia mas não tenho festa de Dia […]

Leia mais

Atchim e Espirro. Os dois ao mesmo tempo.

Vinte dias sem escrever. 20 diaaaas!!! Esse blog nunca ficou tão abandonado. Pode isso, produção? Culpa do trabalho? Um pouco. Culpa de todo drama e chororô relatados no último post? Também. Causou falta de textos e excesso de quilos, porque faltou vontade de escrever, mas não faltou vontade de comer… muito pelo contrário! Culpa de […]

Leia mais

Prazer, pode me chamar de Tieta.

Atenção, atenção! Eis o começo de uma nova era! Aqui vai o primeiro texto colaborativo do Pode isso, produção? Porque quando o assunto é bom, todo mundo quer participar! E a gente goixxxta, miagente! Então desde já o meu muito obrigada a Rebeca, minha amiga da pá virada que lançou o assunto na roda, e […]

Leia mais

Eu queria ser o banquinho da bicicleta.

E a história de hoje me lembra essa música clássica dos Raimundos… Estamos no início dos anos 2000, quando eu tinha lá meus vinte anos e tudo o que me interessava era a faculdade, os gatinhos da faculdade, a academia, e os gatinhos da academia. Para, eu não era fútil assim, foi só pra valorizar […]

Leia mais