Cartas para Gergelim, 02. Hoje, semente do amanhã.

São Paulo, 16 de fevereiro de 2018.

Oi Gergelim!

Já faz tempo que você ouve minha voz e a gente mal se conhece, mas já se ama um bocado. Quando eu soube da sua existência, o aplicativo do celular (sim, a vida hoje é baseada em aplicativos e eu não sei se isso vai mudar tão cedo) dizia que você tinha o tamanho de uma semente de gergelim. Bom, isso foi o suficiente pra gente achar graça e você já ganhar o seu primeiro apelido (se prepare porque ninguém poupa a gente de apelidos horrorosos e acho que você já vai saber disso daqui uns seis anos, porque acredite, crianças são puras mas também sabem ser cruéis).

Gergelim, nesses últimos três meses você já passou comigo por uma Bravus Race barra-pesada, por outra corrida de obstáculos insana, por uma trilha casca-grossa no Petar, por outras peripécias mundo a fora e até sacolejou atrás de bloco de Carnaval! Mas eu já vou te avisando que isso é só o começo, porque vem mais por aí e a vida aqui fora vai ser uma aventura maior ainda, te prometo. Desculpe mesmo por tanto chacoalho, mas quem começou chacoalhando minha vida foi você, então considero que estamos quites. Quer dizer, mais ou menos quites… Você também já andou me sacaneando bastante, é verdade… Você já me fez engordar o suficiente pelos próximos nove meses, ou seja, eu provavelmente vou virar uma daquelas “mamas italianas” e o maior trabalho que você vai me dar na vida vai ser voltar ao peso atual (já consigo prever a “sofrência” que vai ser…). Pode ser também que eu nunca te perdoe por me fazer conhecer o México e não poder tomar nenhuma margarita, nenhum mojito sequer, e nem fazer a tão desejada degustação de tequilas. Isso não foi justo! Mas ok, foi muita piña colada sem álcool (e sem graça) “arriba, abajo, al centro y adentro”. Um pequeno consolo.

Com um sacaneando tanto o outro, Gergelim, dá pra ter certeza que a gente vai ser uma dupla e tanto. A gente vai rir e chorar juntos infinitas vezes, vamos viver momentos só nossos, vamos brigar horrores, desbravar esse mundo e eu vou ser aquela que vai sempre segurar a sua mão. E soltar também quando for preciso. Mas calma que eu não sou a única! Mãos pra te segurar e pra te deixar levar são inúmeras! Você nem nasceu e já tem uma legião de fãs! São futuros seguidores que vão te dar todas as curtidas (e broncas) que você vai merecer ao longo da vida, te acompanhando sempre. A sua irmã te espera há muito tempo, antes mesmo da gente te esperar. E ela é completamente louca por você. Seu pai é daqueles que você vai chamar de ídolo, porque ele tem esse efeito sobre as pessoas (até mesmo sobre mim). E ainda tem tios, avós, padrinhos e amigos que já formam uma grande corrente de amor à sua espera.

Vem Gergelim, venha pra gente, mas não tenha pressa. Venha no seu tempo, que “a vida é trem-bala, parceiro” e você mesmo já me provou que as coisas acontecem na hora certa. E como acontecem! Obrigada por me escolher pra me chamar de mãe.

gergelim1
Olha aí Gergelim se aventurando no México e me proibindo de tomar tequila….

Escrito por

Oi! Sou Ana Ferrari.  Produtora de eventos, de filha bonita, de situações ridículas e de trapalhadas aleatórias. Especialista em perder coisas, fazer besteira, viver a vida e dar risada de si mesma.  PHD em crises existenciais que chegam antes dos 40 anos. Paulistana convicta com coração carioca. Leonina até dizer chega. Nem de direita, nem de esquerda. Interessada em igreja, centro, templo e terreiro. Experiente no luxo, no lixo e na luxúria, com vivência no erudito e no popular. Praticante de artes marciais, degustações de café, vinho e seriados. Aprendiz de escritora, de viajante e de violonista. E agora, de blogueira. ​ Pode isso, produção???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s