Quem não tem cão, caça com Rabbit.

Célebre frase de uma amiga minha, que foi enviada pelo whats app numa noite em que ela estava só, apenas com uma taça de vinho da mão e querendo se divertir, mesmo que fosse sozinha. E além da taça, ela tinha um vibrador “rabbit” na mão e uma expectativa de uma noite incrível na cabeça. Go, girl! Vai que é sua!

vibrador-rabbit-1
Prazer, meu nome é Rabbit e as minhas orelhas podem te levar à loucura.

No dia seguinte eu perguntei como havia sido a experiência e ela falou que o barulho era tanto que não dava pra se concentrar. A sensação era de estar se masturbando ao lado de um gerador. Ok, nem tudo está perdido: dá próxima vez dá tem que ser vinho numa mão, “coelho” na outra, e fone nos ouvidos com uma trilha sonora daquelas. Dá trabalho, mas se for pra gozar gostoso, eu apoio.

Então vamos lá. Brinquedinhos eróticos. Falemos deles.

Definitivamente não sou nenhuma expert no assunto, porque minha onda não é muito essa. Mas sou super a favor da diversão, seja sozinha, em casal, em trio, com acessórios, com fantasias, na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê. Como diria o Titãs: diversão e arte para qualquer parte.

E se esses sex toys são feitos pra divertir, apimentar ou experimentar, porque não fazer uso deles? Boraaa!

Hoje minha filha de 08 anos apareceu na sala com um troço na mão e me falou: “Mamãe, olha que legal que eu achei na gaveta do papai! É muuuuito fofo! É roxinho, molinho e ainda treme.” Eu só soltei um sorriso amarelo e falei: “Que legaaal! E tipo de massagem, né? Agora, guarda lá de volta, filha”.

O objeto não-identificado por ela e super-identificado por mim era nada mais, nada menos, do que um vibrador modelo “butterfly” que eu ganhei do maridão no Dia dos Namorados (sim, porque nada nessa vida teve tantas consequências boas quanto aquele meu post de Dia dos Namorados… sério, nota 10, procure por aqui). Junto com ele ganhei um outro que minha filha não chamaria de fofo, com certeza, mas ambos com o intuito de brincar a dois. Porque tenho bem preguiça de usar sozinha, confesso, não é meu lance. Nessa mesma “gaveta do prazer”, que agora está precisando urgente de uma chave, junto com os dois exemplares vibrantes estão todas as camisinhas (de menta, de morango, de textura, de tudo que é jeito) e alguns creminhos. E é só.

Ah, tinha um outro vibrador de metal bem antigo que está abandonado em algum lugar da casa (e agora estou achando importante encontrar por medida de segurança e curiosidade infantil), mas além de ele ser meio gelado demais dava pra trocar as “cabeças” que tinham formatos diferentes, com o intuito de causar sensações diferentes. E o que seria um diferencial do aparelho, pra mim é uma trabalheira só… Então usei apenas duas vezes e “bandonei”.

Agora sobre os creminhos… tem uns legais, né? Mas tem uns que… gentchy…. Teve um que meu marido comprou todo empolgado porque dizia que esquentava. Rolou a maior expectativa e lá fomos nós… ele se lambusou, me lambusou e a festa começou. Começou bem… de repente, no vai e vem, vai e vem, o lance começou a esquentar, a esquentar muito, esquentar demais, esquentar muito, muito mesmo… e eu tive que dar uma de João Kleber e dizer: PARA, PARA, PARA!!! Cara, parecia que eu estava com infecção urinária! E a gente saiu quicando que nem pipoca, cada um para um banheiro pra jogar água e apagar o incêndio. PEEEEEEÉ! Dá zero pra esse creminho, professora. Foi direto pra lata do lixo.

jk04

Desses brinquedinhos de sex shop, já usei também algema, mas faz tanto tempo que nem lembro direito. É um fetiche bem do legal, lembro que rolou o maior sentimento de sou-dona-dessa-porra-eu-que-mando-aqui, mas do jeito que eu sou, o risco de perder a chave é tão grande que é melhor não tentar de novo. Melhor amarrar com lenço, cachecol, gravata, meia-calça… Vamos dar asas à imaginação de forma segura para pessoas que, como eu, tem a cabeça meio distraída.

Mas uma coisa que eu curto são as fantasias e as lingeries. Tem umas ridículas e tem umas beeeem legais. Uma vez me fantasiei de colegial (veja bem, quando eu tinha idade pra parecer uma colegial, isso era na época do disquete ainda…), com maria-chiquinha e tudo. Estava mais pra Maria-Joaquina do Carrossel talvez. Eu fiquei horas parada numa posição fingindo ler um livro até o boy chegar para me encontrar. Morri de dor na lombar para ficar com a bunda empinada e com os pés com as meias e sapatinhos cruzados pra cima, mas valeu a pena, missão cumprida. E as lingeries chiquérrimas daqueles sex shops carérrimos??? Quero comprar todas! Mas já aconteceu de eu gastar uma fortuna e o cara tirou a lingerie tão rápido que eu desisti desse investimento.

Agora o que não dá pra mim quando entra no sex shop é ver aquela exposição de consolos. Paus de todas as cores, tamanhos, formatos e veias saltadas. Desculpe a caretice, mas eu acho muuuuito estranho. Nada substitui aquele de carne, osso e pulsação, né não? Mas enfim, cada um é cada um e gosto é que nem… você já sabe.

E falando nesses buracos, fiquei de cara com as invenções que existem por aí, com buracos de todos os tamanhos para envolver os membros de todos os tipos. Afinal os homens também tem o direito de dar um up grade na punhetinha básica de todos os dias. Descobri esse tal de Double Hole Cup! Simples e funcional. Criação de quem? De quem? Adivinhaaaa? Dos Japas, of course! Os campeões de invenções tecnológicas, de putaria e de qualquer coisa que faça uma pessoa feliz sem contato humano. É uma coisa tão simples, que eu não sei porque eu não inventei isso e fiquei milionária. E dizem que funciona, viu?

E tem esse tal do Egg que é babado, que já tá todo famosinho e que se eu tivesse um pau para chamar de meu, com certeza ele experimentaria isso aí. É melhor que Kinder Ovo! Olha issoooooo!

E tem mais um monte de coisa pros homens!!! Tem esse tal de anel que promete milagre para aqueles que todo dia é dia de rapidinha. Parece que dá aquela segurada… E tem uns extensores de pênis, que poxa, é uma derrota só… e sinceramente é B-I-Z-A-R-R-O!!!

Só não é mais bizarro do que essa imagem e esse preço:

pernas

Porque somente pernas, gente? Poxa, com esse preço dá para pagar 10 idas a uma dessas boas casas, com mulheres de pernas tão malhadas quanto estas e de brinde você ainda ganha peitos, cabelos, cinturas, bocas e veja só… movimento, vida, cheiro, toque…  Eu simplesmente não entendo a humanidade. E agora vamos ter que beber e tentar tirar essa imagem broxante da cabeça!

Enfim, esse universo é gigante e não é um textinho que vai falar de tudo que tem por aí, né não?  Estamos aqui na singela função de falar bobagem sem nenhuma preocupação em ser correta e colocar uma pimentinha nesse final de domingo para inspirar a noite e, quem sabe, a semana. E enquanto eu termino por aqui, vou continuar dando uma pesquisada nesses sites incríveis (porque é entretenimento garantido ou seu dinheiro de volta) e programar uma excursão com as amigas a um desses estabelecimentos que parecem parques de diversão para adultos. Tudo muito profissional, é claro, somente para escrever mais bobagens por aqui… Quem se anima?

Enquanto isso, vamos lá fuçar as gavetinhas e ver que boas surpresas elas nos trazem! Night, night!


E pra terminar, um pouco daquele episódio inesquecível do Sex and the City quando a Charlotte caiu de amores pelo Rabbit.

Escrito por

Oi! Sou Ana Ferrari.  Produtora de eventos, de filha bonita, de situações ridículas e de trapalhadas aleatórias. Especialista em perder coisas, fazer besteira, viver a vida e dar risada de si mesma.  PHD em crises existenciais que chegam antes dos 40 anos. Paulistana convicta com coração carioca. Leonina até dizer chega. Nem de direita, nem de esquerda. Interessada em igreja, centro, templo e terreiro. Experiente no luxo, no lixo e na luxúria, com vivência no erudito e no popular. Praticante de artes marciais, degustações de café, vinho e seriados. Aprendiz de escritora, de viajante e de violonista. E agora, de blogueira. ​ Pode isso, produção???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s