Compre um aquecedor.

É difícil fazer sexo no inverno. Pelo menos no inverno de Sampa não é fácil. Porque tem dias de frio absurdo, que bate os nove graus e a gente bate o dente junto. Mas pode contar aí no máximo 30 dias no ano todo de inverno daqueles de gorro, cachecol e bota. O resto é brisa, é desculpa pra usar os casacos bonitos e aquela jaqueta de couro.

E porque é tão pouco tempo, o que acontece é que obviamente você não investe no frio. A sua casa tem cobertor, tem edredom, tem pijama quente, mas não tem mais do que isso. Não tem manta térmica, não tem  aquecedor, não tem lareira (pelo menos na minha, né?).

Então nesses dias em que você se sente no Rio Grande do Sul (sem nem chimarrão pra esquentar) você não tem outra opção a não ser colocar todas as camadas de roupas possíveis e deitar naquela cama com lençol gelado e se encolher em posição fetal. E rezar pra aparecer um pé para encostar no seu. Ou um abraço de conchinha que sempre deixa o mundo mais feliz, mesmo em tempos quentes…

E pra tirar a roupa? E para esbarrar os peitos arrepiados nesse lençol frio? E para deixar te tocarem lá embaixo com a mão gelada??? E para achar o pau do seu marido?

Não dá. Podia ter um buraco na roupa que fosse da frente até atrás, lá embaixo, e por mim já estava tudo certo. Tipo aqueles macacões de personagem de desenho animado, saca? Principalmente porque eu sou daquelas que “preliminares é bom, mas tem limite”. E no frio o limite é menor, beeeeem menor. Então esqueça essa necessidade de ficar nua por horas sendo beijada no corpo todo. Sério, não precisa. Pulemos essa parte. Me dá um chocolate quente antes ou uma dose de conhaque e isso já conta como um carinho pré-treino.

E o frio só complica: é difícil manter a depilação em dia (pohaaan, podia ter uma tolerância pra isso, nessa época, né?); é difícil ficar sexy com um monte de roupa; é difícil manter o carão sensual quando dá uma puta câimbra.

E eu fico assim pensando em tudo isso e começo a entender o mau-humor desse pessoal que vive nesses lugares muito frios. Cara, eles não transam, com certeza. Os bebês dinamarqueses, noruegueses, belgas, russos, só podem ter sido gerados quando seus pais estavam de férias no Caribe. Ou então às custas de muita, muita vodka.

Essa citação do Kimi Räikkonën, esse piloto de Fórmula 1 que teve o azar de nascer na Finlândia, prova essa teoria:

frase-no-verao-as-pessoas-pescam-e-fazem-sexo-no-inverno-a-pesca-nao-e-boa-kimi-raikkonen-129013

E eu tinha essa conclusão feita na minha cabeça, até ir pro Chile passar poucos dias e mudar completamente o meu pensamento.

Eu achei que ia fazer de tudo lá: andar de trenó, fazer boneco de neve, esquiar, comer loucamente… Mas não havia nenhuma expectativa de muito sexo. Zero. Mas aí que fomos surpreendidas novamente. AND positivamente!

Gente, além de gastar uma energia elétrica absurda (eu fiquei pensando muito nisso, juro), eu descobri que o aquecedor é um grande incentivo ao “amô”. É um investimento que vale! O lugar fica tão quente, mas tão quente, que dá pra viver que nem índio naquela cabana de madeira. Você sai do banho tranquila, não dá nem uma tremidinha e até a toalha está quentinha te abraçando. E você chega no quarto e tem lá o vinho chileno, a vista para as Cordilheiras, a filha roncando (quem tem filho sabe que isso pode ser música para os ouvidos, porque essa é a hora!), aquela cama fofinha, tudo super afrodisíaco… A vontade é se enrolar na bandeira do Chile, posicionar bem aquela estrela no lugar correto, olhar para el maridón e dizer: “Ven, mi amor!”. M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!!

marlenolivarichilemusabandeirarep

Ou seja, dá pra transar e ser feliz no frio. É só uma questão de criatividade ou geografia.

Então o que eu posso dar de dicas nesse momento que ainda temos noites de 13 graus na previsão dessa semana é:

  • Não transar de meias é uma regra válida somente para os meses de setembro a maio.
  • Vinho é bom em todas as épocas do ano, mas ele é mais importante que água quando o termômetro cai para menos de quinze graus. Faça estoque se pretende trepar.
  • Se você não tem um cobertor de orelha abuse do gorro e do vibrador. Pelo menos você pode desencanar da depilação, veja o lado bom.
  • Finja que você e o boy ou a mina estão no Big Brother e passe 3 meses transando embaixo do edredom.
  • Cachecol pode sim ser sexy. Quando já tiver esquentado o clima incorpore o Christian Grey que há dentro de você e se amarre.
  • Vá para o Chile. Ou para Campos. Ou para qualquer motel que tenha um arzinho quente e que a conta de luz não seja sua.
  • Aguarde pacientemente o final de agosto e se acabe no brigadeiro de colher, que aquece qualquer coração.
  • Os aquecedores vão entrar em promoção agora, aproveitem!

Ok, trepar no estilo Frozen já vimos que é possível, mas trabalhar é uma coisa que ainda não estou achando muito fácil, sinceramente. Alguém tem que fazer algo a respeito. Acho digno uma campanha pelo “Home Office no inverno”. Vou iniciar esse movimento…

Mas enquanto isso, se alguém souber onde compra esse pijama abaixo, me avise, por favor?

 salma hayek

Anúncios

Escrito por

Oi! Sou Ana Ferrari.  Produtora de eventos, de filha bonita, de situações ridículas e de trapalhadas aleatórias. Especialista em perder coisas, fazer besteira, viver a vida e dar risada de si mesma.  PHD em crises existenciais que chegam antes dos 40 anos. Paulistana convicta com coração carioca. Leonina até dizer chega. Nem de direita, nem de esquerda. Interessada em igreja, centro, templo e terreiro. Experiente no luxo, no lixo e na luxúria, com vivência no erudito e no popular. Praticante de artes marciais, degustações de café, vinho e seriados. Aprendiz de escritora, de viajante e de violonista. E agora, de blogueira. ​ Pode isso, produção???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s