20 verdades e (praticamente) nenhuma mentira

 

Sim, eu sou uma garota que vive no Face. Assim como minhas amigas, minhas tias, minha mãe, minha vó seria se estivesse viva e minha filha certamente será. Vida longa a Mark Zuckerberg!
Mas confesso que muita coisa no Facebook é um saco. Por que? Porque ele é feito por pessoas. E pessoas podem ser um saco inúmeras vezes. Mas pessoas podem ser também inteligentes e criativas… e é por isso que a gente continua ali, olhando o face e olhando tudo, porque no balanço do dia tem ainda mais coisa bacana do que chata (mas tá ficando quase fifty/fifty, sabe?). E eu acho a grande maioria dos desafios uma grande chatice. Não participo de quase nada, até que… inventaram essa bobagem de 9 mentiras e 1 verdade. Gente que delícia de bobagem! Eu ameeei ler dos outros, e obviamente ameeei escrever o meu! Falar de mim mesma (alow, alow, leonina!) e relembrar causos da vida – entretenimento puro pra mim. Pensei em tanta coisa, que escrevi tudo verdade, só dei uma “mentidinha de leve” em uma das frases. Roubei no jogo. E tive que fazer uma segunda rodada (pra agradar a mim mesma, claro). E dei outra “mentidinha de leve”. E tô roubando de novo aqui, porque é um post pronto, né? Aaaah, mas who cares??? Seguem as 20 verdades que contam um pouquinho de mim e das minhas trapalhadas recorrentes!!!
 verdade
Parte 1:
1. Fui dançarina de axé e dava aula de lambaeróbica na Bahia.
2. Entrei num táxi que estava com o banco todo mijado por uma velhinha no Japão, quiquei de bunda em 10 degraus de escada em Bariloche quando escorreguei na neve, e meu vestido subiu na altura do peito na frente de um monte de turistas em Paris quando eu passei naquele troço que sobe vento no metrô.
3. Sei todas as datas de todos os aniversariantes da família de cabeça, mas sempre esqueço de ligar no dia.
4. Já derrubei um homem de 200kg com um golpe de judô. E ele não ajudou (aqui a mentirinha – ele ajudou).
5. Não mergulhei naquelas gaiolas no mar cheio de tubarão branco com medo de algum peixe entrar pelas grades. Tubarão é até ok, mas tenho medo até de peixe de aquário.
6. Fui convidada pra ser modelo de catálogo de sutiã em pleno Carnaval (bons tempos aqueles de peitos em pé).
7. Vi um macaco batendo punheta e girafas transando na África. Minha experiência mais próxima de sexo selvagem.
8. Escolhi o nome da minha filha com uma letra do meio do alfabeto, para que ela nunca fosse surpreendida numa chamada oral e pra que ela não deixasse de ser aplaudida na colação de grau. Os primeiros nunca estão preparados ou passam vergonha (tipo eu) e os últimos só recebem o aplauso dos próprios pais, porque os outros já cansaram.
9. Se eu vi um filme hoje, amanhã provavelmente não vou lembrar do final. Talvez nem do começo. E depois de um mês provavelmente não vou lembrar de nada.
10. Nunca soube o que é um logaritmo.
Parte 2:
1. Fui fazer uma apresentação de luta muito “inovadora” usando um bastão com fogo. Deixei o bastão sair da área segura, ele quase incendiou o tatame que é feito de material altamente inflamável (e eu não sabia). Ou seja, quase incendiei o lugar. Mesmo assim fui campeã brasileira da categoria no campeonato. PÁH!
2. Fiquei 45 minutos esperando meu carro chegar e puta com o manobrista da agência e depois de todo esse tempo lembrei que não fui trabalhar de carro.
3. No meu casamento, ao invés de jogar o buquê para o ar, eu, jeitosa que sou, arremessei de lado com um pouco mais de força e ele explodiu no peito da minha amiga.
4. Fiz a personagem principal do Primo Basílio num filme que rodamos pra escola. Era “super profissa” a produção e eu me sentia uma atriz. Na hora de beijar o amante (que era um dos caras mais populares da escola), eu interpretei um beijo de uma pessoa insegura (porque a personagem era), mas o diretor não gostou e ele achou que eu não sabia beijar.
5. Numa prova de 5k tropecei num olho de gato na rua e caí plena, DE CARA no chão, no meio da Av. 23 de maio.
6. Num happy hour em comemoração à produção do evento Miss Universo em 2011, fui fazer graça e imitar uma miss e depois a performance da Claudia Leite e caí na frente de todo mundo.
7. Na minha estreia no vôlei de praia em Santos, com 16 anos,  fui cheia de confiança começar a partida e porque eu sabia que meu saque era bom pra cacete e eu ia intimidar o adversário. Não esperava o vento (vento na praia, olha que coisa!) e meu super saque passou rasteiro EMBAIXO da rede. Espanto coletivo e vergonha nacional.
8. Deixei meu namorado ir sozinho no bloco do Chiclete no Carnaval de Salvador e eu fiquei no bloco da Timbalada, pulando enlouquecida abraçada com 5 mulheres estranhas e beeeem suadas. Tomei um porre de capeta e não lembro de mais nada (aqui outra mentirinha de leve, porque eu fiz tudo isso bem sóbria).
9. Fiquei em segundo lugar num concurso de lambada na fatídica matinê da discoteca (era assim que se falava quando eu tinha 12 anos) Up&Down, e perdemos para a filha do Antônio Fagundes. Marmelada – a gente vê por aqui desde cedo.
10. Namorei um cantor de pagode carioca (gatíssimo por sinal, parem de preconceito) e ele compôs e gravou uma música linda pra mim num estúdio. Não tenho a mais puta ideia de onde está esse CD. Logo, não tenho provas da declaração de amor mais romântica da minha vida.
P.S: claro que algumas dessas histórias valem um post só pra elas… num futuro próximo, quem sabe? 🙂

Escrito por

Oi! Sou Ana Ferrari.  Produtora de eventos, de filha bonita, de situações ridículas e de trapalhadas aleatórias. Especialista em perder coisas, fazer besteira, viver a vida e dar risada de si mesma.  PHD em crises existenciais que chegam antes dos 40 anos. Paulistana convicta com coração carioca. Leonina até dizer chega. Nem de direita, nem de esquerda. Interessada em igreja, centro, templo e terreiro. Experiente no luxo, no lixo e na luxúria, com vivência no erudito e no popular. Praticante de artes marciais, degustações de café, vinho e seriados. Aprendiz de escritora, de viajante e de violonista. E agora, de blogueira. ​ Pode isso, produção???

2 comentários em “20 verdades e (praticamente) nenhuma mentira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s